#Finanças

Orçamento doméstico eficiente: como fazer o seu

Quando afirmo que enriquecer é uma questão de escolha, quero dizer que um planejamento financeiro bem-feito é o primeiro passo para o caminho da prosperidade. Organizar as finanças não é tão difícil como muitos imaginam, basta um pouco de dedicação. No artigo de hoje, vou ensinar como fazer um orçamento doméstico de um jeito rápido e fácil.

A lógica do tempo investido no planejamento é bem simples: quanto menos tempo você dedica a ele, mais tempo sobra para buscar soluções criativas que possam aprimorá-lo.

A melhor maneira de não se enrolar com o acúmulo de contas e dívidas é se organizar. Mas como fazer um orçamento doméstico?

O método que utilizo há quase 20 anos é simples e me ajuda a economizar boas horas por mês. Nada mais do que uma planilha no Excel com a descrição completa da minha vida financeira, que facilita minhas escolhas e otimiza a administração do dinheiro.

Porém há uma ferramenta ainda mais simples e que também é fundamental na organização das minhas finanças. Veja:

A pasta do planejamento financeiro

Apesar de toda a eficiência da planilha, há outro recurso ainda mais vital na minha rotina. É nada mais do que uma pasta onde guardo os comprovantes físicos de todos os meus gastos, contas e impostos a serem pagos. Você precisa apenas de disciplina para sempre guardar os comprovantes e organizá-los em grupos (pode grampear ou usar clipes).

A definição dos grupos também é bem prática: saúde, alimentação, moradia, lazer.

Mas por que a pasta é ainda mais simples do que a planilha do Excel? O ato de anotar diariamente cada gasto na planilha cria uma rotina na sua vida. Se, por acaso, acontecer uma interrupção – você sair de férias durante uma semana, por exemplo –, a consequência é um acúmulo de tarefas para a semana seguinte.

Vamos imaginar que, normalmente, duas horas da sua semana são dedicadas à atualização da planilha. Quando a rotina é interrompida por algum motivo, você fica sobrecarregado na semana seguinte e precisa destinar quatro horas a essa atividade. Esse acúmulo leva à desmotivação e pode fazer você desistir em pouco tempo.

A pasta, por outro lado, ocupa alguns minutos da sua semana e não exige uma organização de tempo muito regrada. Basta reunir todos os comprovantes e, ao final do mês, relacionar todos os gastos – o que pode ser feito na própria planilha do Excel ou em um caderno. Como diz o ditado, “menos é mais”.

Aperfeiçoar o orçamento doméstico usando o planejamento financeiro

Agora que você já sabe como economizar tempo no planejamento financeiro, é hora de entender como encontrar as ferramentas que lhe ajudarão a aprimorá-lo. Basta uma rápida busca no Google para descobrir centenas de aplicativos, softwares e livros sobre esse assunto. Claro que é preciso tempo para digerir o grande volume de informação que você receberá. Por isso, vale a pena poupar algumas horas do seu dia com o modelo de organização que ensinei acima.

E, por falar nisso, alguns dos livros que você vai encontrar no Google foram escritos por mim. Mas nem precisa procurar ali! Acesse este link para conhecer as minhas obras.

Postado em 20/07/2018
Compartilhe